15 de fevereiro de 2018

Meio Ambiente: “praias”



Marisa Fonseca Diniz



Verão e férias chegando e logo pensamos em praia, uma formação geológica composta de partículas soltas de rocha em formato de areia ao longo da margem dos mares, rios e lagos. Não há nada mais desagradável do que, chegarmos a uma praia, e nos depararmos com o lixo depositado nas areias e mares.

A poluição é caracterizada pela presença de lixos sólidos e poluentes líquidos nas areias e águas dos mares e rios que são provenientes da atividade humana. Os mares muitas vezes são atingidos pelos seguintes poluidores:
  • Vazamentos de petróleo, óleo e outros produtos químicos;
  • Lixos sólidos como garrafas PET, ferros, vidros entre outros;
  • Esgoto doméstico e industrial;
  • Descarga de lama de dragagem;
  • Resíduos radioativos.
Várias são as consequências da poluição nas praias e nos mares, tais como:
  • Desequilíbrio ecológico;
  • Mortes de pássaros que se alimentam de peixes contaminados;
  • Degradação da região dos mangues;
  • Praias impróprias para o banho.
O último item sugere citar as praias mais poluídas ao redor do mundo, vejamos:

Praia de Goa, Índia 



A principal característica poluente das praias ao sul de Goa são a presença de vacas (animal sagrado) vagando ao redor dos banhistas com presença marcante de fezes e fecundação em diversos pontos da região. Precisa ter coragem para conviver com tanta sujeira.

Praia de Fujazhuang na China 


Imagine que emoção dividir espaço com mais de dez mil banhistas em uma faixa minúscula de cascalho que servem também como banheiro público? É pedir para ficar doente com certeza. 

Praia de Repulse Bay em Hong Kong 



Depois que o território foi devolvido à China na década de 1990, nunca mais as areias ficaram brancas novamente. As águas e areia estão cobertas por gordura humana provenientes de clínicas de lipoaspiração. Credo que nojo!

Praia de Blackpool no Reino Unido 



Seringas usadas, garrafas, cacos de vidro, copos de isopor e vômito ao longo da faixa de areia. Assim é a praia de blackpool um  local nada apropriado para tomar sol ou banho de mar.

Praia de Chowpatty na Índia


Acumulo de lixo ao longo da orla é comum por lá, mais parece um deposito de lixo aberto do que uma praia. Por lá o turista encontrará restos de comida em decomposição, jornais velhos e garrafas PET, difícil banhar-se por lá.

Praia de Marunda em Jacarta, Indonésia



A Indonésia é recordista em sujeira de praias, pois as utilizam como descarte de lixo sólido e em decomposição. Na próxima viagem descarte as praias de lá do seu roteiro.

Praia de Huntington na Califórnia, EUA



Não pense que o país do Tio Sam está ileso de contaminação ou poluição. Pois, saiba que a Praia de Huntington é o paraíso dos banhistas com crises de diarréia, cólicas estomacais e terrores noturnos. Os cientistas locais tentam entender desde 1998 porque estes problemas são tão recorrentes na região. Boa pergunta! 

Praia de Doheny State na Califórnia, EUA




Recordista em receber o prêmio de praia mais poluída da Califórnia. As amostras de água possuem alta concentração de mercúrio.

Praia de Odaiba no Japão




A alta concentração de poluição no local proporciona um presentinho nada agradável para quem vai visitar esta praia. Coceiras instantâneas, lesões cutâneas, bolhas abertas, náuseas e febre, quem quer se arriscar por lá? 


Praia de Seminyak em Bali



Esta praia é só para quem não se importa em tomar um refresco a beira mar sentindo o maravilhoso odor de fertilizante que, exala das fazendas ao redor.

Desejo uma ótima viagem aos aventureiros, e por favor fujam das praias poluídas. Não esqueçam que lugar de lixo é na lixeira, e não na areia ou no mar. A natureza agradece!


Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.



Licença Creative Commons
O trabalho Meio Ambiente: “praias” de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://marisadiniznetworking.blogspot.com/2018/02/meio-ambiente-praias.html.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.