17 de janeiro de 2018

Obra faraônica no coração da floresta amazônica


Marisa Fonseca Diniz

A Floresta Amazônica está localizada ao norte da América do Sul sendo dos seus 7 mil km² espalhados por territórios do Brasil, Colômbia, Venezuela, Peru, Bolívia, Equador, Suriname, Guiana e Guiana Francesa. A maior parte da floresta encontra-se no território brasileiro nos estados do Amazonas, Amapá, Roraima, Acre, Pará e Rondônia. A floresta amazônica é considerada uma das mais importantes florestas tropicais do mundo devido à riqueza da sua biodiversidade.



O solo é formado pela decomposição de folhas, frutos e animais mortos, e apesar de não ser considerado muito rico possui uma camada muito fina de nutrientes, além de ser o ambiente perfeito para o equilíbrio do ecossistema. O clima na região é equatorial, onde as temperaturas são elevadas e o índice pluviométrico também.

Atualmente, a floresta amazônica enfrenta sérios problemas referentes ao desmatamento ilegal e predatório, o que vem provocando desequilíbrio no ecossistema da região colocando em risco a floresta.

A biopirataria é outro problema que a floresta enfrenta, pois cientistas estrangeiros, sem autorização das autoridades brasileiras, entram na floresta e roubam espécies nativas de plantas e animais. Levam para seus países, pesquisam, desenvolvem substâncias, patenteiam e depois lucram com as espécies brasileiras como se fossem nativas de seus países. Ironicamente, o Brasil é obrigado a pagar para utilizar as matérias-primas nativas do seu território para os outros países que detêm a patente.



A descoberta do ouro na região, principalmente no Pará vem contaminado diversos rios com o mercúrio utilizado na extração e consequentemente os peixes acabam morrendo. Durante muito tempo a floresta amazônica foi chamada de “pulmão do mundo”, mas devido os diversos problemas que tem enfrentado este apelido acabou sendo deixado de lado. Os processos de filtragem e regeneração do ar, bem como a regulação do ciclo hidrológico são de grande importância na floresta amazônica.


Mediante todos estes problemas enfrentados pela floresta existe um que tem chamado atenção desde a sua criação, que é a Rodovia Transamazônica ou Rodovia da Integração Social (BR-230). Foi projetada na época do governo militar de Emílio G. Médici (1969 – 1974) para integrar a região norte do Brasil com o resto do país. Um dos objetivos principais era permitir a transferência de um grande contingente de trabalhadores da região nordeste que enfrentavam  problemas de terra na região.


Foto: Acervo O Globo

Que vergonha, um país que necessita de vias de acesso para levar o desenvolvimento as regiões mais longínquas, e que não mede esforços para jogar dinheiro no ralo, quando não é através da corrupção é através da falta de planejamento adequado.


Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Obra faraônica no coração da floresta amazônica de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://marisadiniznetworking.blogspot.com/2018/01/obra-faraonica-no-coracao-da-floresta.html.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.